A recuperação do mercado imobiliário mundial pode ultrapassar os 815 bilhões de euros (mais de US$ 1 trilhão) em 2013, afirma o relatório do Atlas Internacional de investimentos da Cushman & Wakefield.

O volume representaria um crescimento de 14%. Ainda segundo o relatório, 2012 teve um crescimento de 6% no investimento global de imóveis, e as negociações atingiram 714 bilhões de euros (US$ 929 bilhões).

Os especialistas vêem a movimentação como um “retorno da confiança no mercado” e apostam na América do Norte e nos mercados

Prédio em construção em São Paulo

asiáticos como os grandes impulsionadores dessa atividade, promovida por investimentos de grandes empresas e indivíduos ou famílias de alta renda.

Na Europa, no entanto, é provável que a situação se mantenha moderada. Os motivos, segundo o relatório, são a falta de produtos de qualidade e financiamento acessível. Espera-se um crescimento modesto, em torno de 5%.

Os dados foram apresentados na última quinta-feira no MIPIM, feira do mercado imobiliário realizado em Cannes, na França. As informações são do site Property EU.

—-

Post originalmente publicado em Folha.com.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

1 comment
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


sete + = 9

Related Posts