SÃO PAULO – Uma reportagem no site da The Economist revelou que o Brasil teve o segundo maior aumento nos preços dos imóveis residenciais nos últimos 12 meses, contados até novembro de 2013.

Os Brasil só não teve maior alta no preço dos imóveis do que nos EUA.

Os imóveis no Brasil apresentaram um aumento de quase 13%. A variação só ficou atrás dos Estados Unidos, onde cresceu 13,6% no período. Dos 23 países citados na publicação, 18 apresentaram aumento nos preços dos imóveis – número superior ao de 2012, que contabilizava 12 países.

Ao mencionar o Brasil, a revista britânica afirmou que o País que irá sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos de 2016 está vivendo um “boom imobiliário”. O monitoramento apontou ainda indícios de bolha na China e na Índia.

Já na zona do euro, a tendência foi de queda. Na Espanha e Itália, os preços das residências caíram entre 5% e 6%. Confira abaixo a lista completa das variações anuais nos preços de imóveis em 23 países:

 

—-
Post originalmente publicado em InfoMoney.

Conheça nossa página no Facebook, e assine nosso canal no Youtube.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


× sete = 14

Related Posts