Em dezembro tive o prazer de ser entrevistado pela equipe da Redimob, uma rede social online para o mercado imobiliário. Abaixo você confere na íntegra o bate papo.

Redimob: Você tem experiência no mercado imobiliário há mais de dez anos. Quais as principais evoluções que você percebeu no setor? E o que ainda precisa ser aprimorado?

Guilherme: Uma das principais evoluções foi a mudança de comportamento do corretor de imóveis. Ele deixou de ser um mero mostrador de imóveis e passou a ser um gestor de negócio. Essa inovação foi fundamental para valorização da própria profissão e também para relevância do setor imobiliário.

Contudo, acredito que o aprimoramento da profissão deve ser constante. Existe a necessidade de participação em cursos de capacitação ou palestras com temas diversificados, por exemplo, sobre financiamento imobiliário, tributação, documentação de imóveis, como lidar com investidores que moram fora do país, entre outros.

Tudo isso para garantir a melhoria permanente do setor e a qualidade no atendimento ao cliente.

Redimob: Você cita em um de seus posts, a importância da inovação no mercado imobiliário. Em sua opinião, qual foi a principal inovação que você percebe na atuação do corretor de imóveis? Por que?

Guilherme: Acredito que a utilização das plataformas digitais foi uma das principais inovações. O uso dessas ferramentas facilitou a comunicação entre o corretor e o cliente, possibilitando também uma visualização mais real daquilo que o corretor está falando.

Isso trouxe mais credibilidade para o setor e auxiliou aos clientes a perceberem e entenderem melhor em qual tipo de empreendimento passarão a investir, aumentando assim as chances de realização do negócio.

Redimob: Como conscientizar as empresas da importância no investimento em educação e qualificar a mão de obra no mercado imobiliário?

Guilherme: Os gestores hoje precisam entender que há um número cada vez mais crescente de outras empresas investindo em um mesmo ramo de atuação que eles e que o poder de decisão está nas mãos dos clientes.

Então a conscientização deve partir da constatação de que as empresas são responsáveis por atender as expectativas dos clientes e que se a sua empresa não cumprir esse objetivo, outras poderão cumprir. Para isso uma equipe bem preparada e qualificada é fundamental.

É por meio da qualificação que os colaboradores poderão compreender a missão, a visão, os valores e os processos da empresa e dessa forma repassar esses princípios para os clientes por meio de um atendimento diferenciado e de qualidade e que principalmente atendam as expectativas deles.

Redimob: Você descreveu a estratégia de utilização de mídias sociais na empresa a qual é diretor executivo. Como você analisa o mercado imobiliário nas redes sociais? Você percebe que os profissionais/empresas investem em planejamento ou ainda participam sem objetivos definidos?

Guilherme: Vejo que as empresas do mercado imobiliário ainda não entenderam o potencial que existe nas mídias sociais. O trabalho ainda é feito de uma forma muito amadora. Existe um novo nicho de mercado a ser desenvolvido com essas ferramentas e os gestores ainda estão presos ao Corretor Online como a principal forma de comunicação na web.

Antes de optar pelo investimento nas mídias sociais é necessário ter um planejamento e estratégias bem definidas e identificação dos objetivos primários e secundários. É importante estabelecer um relacionamento com os clientes e hoje observo que algumas empresas estão presentes nas mídias sociais o somente para garantir um espaço e não a utilizam de forma estratégica.

Observo que algumas empresas entram nesses espaços com intuito de vender um produto ou serviço específico e essa não é a função das mídias sociais. O indicado seria utilizar esse espaço para identificar o perfil do seu seguidor ou de seus fãs, mapear os seus gostos e potencializar essas informações para um futuro lançamento ou para estabelecer uma boa imagem da empresa.

A venda será uma consequência desse relacionamento de confiança e credibilidade que vem sendo gerado. Ainda há um longo caminho a ser percorrido para que as mídias sociais passem a ser utilizada de forma estratégica e profissional pelos empresários do setor imobiliário.

Redimob: Quais são suas expectativas para o mercado imobiliário em 2012? Acredita em estabilização?

Guilherme: Vejo um mercado em maturação, rumo a um processo de equilíbrio. Ainda temos um grande potencial de crescimento, com a necessidade de investimento em áreas ainda carentes em projetos habitacionais. Temos também um mercado de luxo em franco crescimento.

Além disso, estamos nos preparando para receber duas grandes competições esportivas mundiais que possibilitarão um grande desenvolvimento econômico para país e consequente crescimento do setor imobiliário.

Vejo que no primeiro semestre as construtoras estarão com um bom estoque e não faltarão linhas de créditos para o financiamento habitacional. Ainda temos muito a crescer nessa área, inclusive com mais investimentos das instituições privadas e também do Governo.

O crédito imobiliário no Brasil ainda está muito defasado. De acordo com dados de abril deste ano do Banco Central do Brasil que o crédito habitacional no país representa apenas 4% do Produto Interno Bruto, ou seja, ainda temos muito para desenvolver nesse setor.

Não acredito em um cenário de estagnação, mas é preciso estar atento. Os rumos da economia mundial influenciam o setor imobiliário. É necessário analisar a mercado internacional com cautela, pois ela ainda passa por alguns ajustes.

Até mesmo devido a algumas incertezas nesse mercado, as pessoas ainda encontrarão no segmento imobiliário um ativo seguro para o investimento. Desde 2004, o setor vem registrando crescimento, de acordo com CBIC em 2010, o PIB da construção registrou desempenho recordo, com crescimento de 11,6%.

O nosso mercado é muito grande e cada Estado tem a sua particularidade, por isso, as perspectivas devem também ser analisadas de maneira setorizada. Contudo, de uma forma geral acredito em um crescimento moderado para 2012.

Já me segue no twitter? >> @rg_machado. Acompanhe todas as novidades, inovações e análises do mercado imobiliário.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

2 comments
  1. Parabéns Guilherme, excelente entrevista. Concordo plenamente com todas a suas palavras, a qualificação dos corretores e o uso das mídias digitais possibilitou os corretores esta mais próximo do cliente e saber a sua real necessidade. Sinto que a cada dia que passa vejo o mercado imobiliária mais maduro, mais exigente com relação a qualidade de atendimento, hoje o mercado não e para amadores e sim para profissionais. Parabéns..

    1. Olá Century 21,
      Obrigado pela visita e feedback.
      Seu comentário fortalece ainda mais nossa visão de que a qualificação é o caminho para o sucesso do mercado. Alinhado a isso, a utilização das mídias sociais para um relacionamento mais próximo junto ao cliente. Mas o caminho é longo. Ainda existe uma cultura de venda nesses canais. As empresas deveriam entender que venda é processo, e antes dela acontecer o que precisamos é nos relacionar com os clientes.
      Fique sempre à vontade de interagir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


seis × = 6

Related Posts