Marketing de Conteúdo na Prática: usando o Google Analytics no seu site

Dicas práticas para corretor de imóveis usar google analytics

Olá, tudo bem? Hoje vou falar de um assunto um pouco diferente do que costumo falar por aqui, porém não menos importante. Vou mostrar para vocês algumas informações e conclusões que podemos tirar usando a ferramenta do Google que é muito poderosa e gratuita, o Google Analytics, ou GA para os íntimos. Isso ajudará, e muito, no Marketing de Conteúdo da sua empresa. Vamos?

Através dele podemos mensurar e ter insights para continuar criando o conteúdo mais estratégico para nosso blog.

Google Analytics Dashboard

Veja o painel acima. Estas são as informações principais que você vai poder ver na sua conta do GA depois que ela estiver devidamente configurada. Vamos entender o que cada uma dessas informações significa e como elas ajudam no seu Marketing de Conteúdo?

Sessões: É o número de visitas que seu site ou blog recebeu. Fique atento que uma pessoa pode e provavelmente visita um site mais de uma vez. por isso temos o número de usuários (únicos) logo abaixo.

Usuários: É a quantidade de pessoas que visitou seu site uma única vez.

Visualizações de Página: É o número de páginas dentro do seu site que cada usuário viu. é muito comum como em uma revista, o visitante “folhar” seu site e visitar diversas páginas. Logo abaixo temos a informação pronta de quantas páginas cada visitante viu.

Página/sessão: A quantidade de páginas vistas por cada visitante. Pegando o exemplo da imagem acima, vimos que cada visitante visitou mais de 3 páginas por visita.

Duração média da sessão: É o tempo médio que um visitante fica no seu site. Aqui é interessante você analisar quanto tempo você leva para ler um artigo do seu blog e depois comparar com o tempo de navegação do seu site, para ter uma ideia se os visitantes estão lendo seus textos até o final.

Taxa de Rejeição: É a porcentagem dos visitantes que entra no seu site e não clica em nada ou não tem nenhum tipo de ação. Muita gente acha erradamente que a taxa de rejeição tem a ver com o tempo. Isso é um mito. Se você ouvir por ai que taxa de rejeição é quem entra no seu site e fica 10 ou 15 segundos e fecha a janela, você pode dizer que isso não é verdade. O leitor pode ler um artigo inteiro no seu site, ficar 2 minutos e depois fechar, se ele não clicar em nada mas ler o texto todo, ainda assim será considerado taxa de rejeição.

Porcentagem de novas sessões: É a porcentagem de pessoas que acessam seu site pela primeira vez. No círculo azul e verde (na imagem acima) você consegue ver também a porcentagem de visitantes que retornam ao seu site. Ao mesmo tempo que é excelente você ter novos visitantes, é muito importante você ter uma porcentagem equilibrada de pessoas que voltam para seu site. Pois se voltam é sinal que gostaram. Essa métrica é muito importante para você saber a fidelidade dos seus leitores.

Google Analytics: canais de acesso

Eu separei a imagem acima para gente ver de onde estes acessos ao seu site ou blog estão vindo.

Paid Search: São acessos pagos, vindos de Adwords do Google e acessos do Bing Ads.

Organic Search: São os acessos vindo do Google e do Bing ou do Yahoo (mecanismos de buscas) sem nenhuma mídia paga. Aqui nessa imagem não conseguimos ver mas as taxas de conversão do acesso orgânico são maiores do que das taxas de conversão de qualquer tipo de mídia. Portanto é fundamental que você na sua empresa tenha um bom trabalho estratégico de SEO e conteúdo para o site da sua construtora ou imobiliária aparecer nas primeiras posições do Google.

Direct: São acessos onde a pessoa digita diretamente a URL do seu site no navegador. Isso é muito importante para você saber se sua marca é conhecia ou não e quantas pessoas acessam seu site ou blog diretamente.

Other: Aqui entram acessos pagos (Facebook Ads) e outras formas de acessos como remarketing, acessos de sites afiliados entre outros.

Social: Aqui entra os acessos vindos de redes sociais sem investimento em mídia ou também chamados de orgânicos. Então redes sociais como Google Plus, Youtube, Twitter, Pinterest entre outras caem nesta classificação.

Referral: Aqui entra outros sites que linkam para o seu negócio. Alguma campanhas de Facebook Ads também entra aqui dependendo do volume. Como o Facebook é um domínio muito grande no volume o Google acaba reconhecendo ele como site de referência que está levando acesso para seu site. Detalhe, se for acesso pago. Senão, cai no anterior. Aqui no Referral também pode entrar acessos vindo do disparo de email marketing ou do software de CRM da sua imobiliária/construtora.

Email: Daqui vem os acessos de webmail e links que estejam dentro de emails como na sua assinatura, por exemplo. Também pode entrar acessos de disparo de email marketing.

Display: Aqui ficam classificados os acessos de banners e anúncios de Google na rede de adsense, que é aquele espaço publicitário que você pode inserir no seu site ou blog para veicular anunciantes que invistam na rede de associados do Google.

Google Analytics: análise de visitantes

Lembra que comentei no primeiro gráfico da importância de saber as pessoas que voltam para seu site ou blog? Dentro da Aba Público Alvo do Google Analytics você pode pegar este dado separado. É sempre muito bom você acompanhar durante os meses se a porcentagem de pessoas que está voltando para seu site está crescendo.

Se isso for positivo, sinal que as pessoas estão gostando do seu site. Se for negativo, fica um sinal de alerta de que as pessoas que estão acessando seu site não estão encontrando o que estão procurando (e isso é muito ruim) ou não gostaram do conteúdo que você está produzindo. Muito mais que conquistar novos leitores você precisa fidelizá-los.

Google Analytics: analisando o engajamento do site

Falando em fidelizar, você pode ver qual a porcentagem de visitantes ficam no seu site num determinado período de tempo. Se o seu site é um serviço rápido de consulta é normal as pessoas ficarem pouco tempo. Mas se o seu site é um blog ou tem um conteúdo maior, você pode mensurar se as pessoas realmente estão lendo todo seu conteúdo. Excelente informação não é mesmo?

Google Analytics: análise de dispositivos mobile

Um outro ponto muito importante é a evolução do uso dos celulares e dos tablets pelas pessoas. Hoje, no Brasil, a cada 3 celulares, 1 já é um smartphone. Então é muito importante você saber qual a porcentagem de visitantes acessa seu site por tablet ou celular. E principalmente, saber se a experiência do seu visitante é agradável pelo celular ou tablet.

Como podemos ver pela imagem acima, nesse site que peguei como exemplo, 26% dos acessos deste site vem do mobile. Não podemos ignorar um acesso assim tão representativo. Invista num site com design responsivo e seu site poderá ser visualizado em diferentes tipos de telas e marcas de celulares, smartphones e tablets.

Google Analytics: análise de redes sociais

Aqui você pode medir se o seu trabalho feito nas redes sociais está surtindo efeito e qual rede social está levando mais acessos para seu blog ou site.

O Facebook por ser a maior rede social do mundo e a mais acessada no Brasil, provavelmente será a que vai lhe trazer mais resultados. Mas você pode também investir em grupos no Linkedin ou em Hangouts no Google + como já falei muito aqui no blog do Guilherme Machado e mudar esses números.

Google Analytics: análise de páginas mais acessadas

Para finalizar, você entrando na aba de Comportamento e colocando todas as páginas, você terá exatamente quais páginas do seu blog ou site as pessoas estão acessando mais. Com isso você pode medir e conhecer quais artigos ou tipos de conteúdo ou ainda categorias dentro do seu site fazem mais sucesso. Então você pode ver no site da sua imobiliária, por exemplo, se os imóveis para alugar fazem mais sucessos ou os lançamentos, ou se no seu blog a categoria de decoração é mais acessada do que a de documentação para alugar um imóvel ou ainda se a categoria de notícias do mercado imobiliário foi interessante para seus leitores.

Todas as páginas mais acessadas estarão aqui. Você pode se surpreender com o resultado em relação à estratégia do seu Marketing de Conteúdo. Nem sempre aquela página ou artigo que você escreveu e achava que ia fazer muito sucesso vai ser realmente a mais vista.

É isso. O Google Analytics é uma ferramenta muito complexa e que deve ser estudada a fundo para você entender o comportamento das pessoas que acessam seu site/blog. Mas acho que com este artigo, você que nunca teve contato com a ferramenta, consegue ter uma ideia do rico valor que essas informações tem.

Por isso, se você nunca acessou o GA do seu site, peça um acesso e comece a olhar esses números. Qualquer dúvida que tiver, conte comigo e deixe sua pergunta nos comentários. Quero te ajudar a impulsionar o Marketing de Conteúdo do seu negócio! #VamosJuntos

This content is published under the Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported license.

Comments

comments

SOBRE O AUTOR

Israel Degasperi Israel Degasperi é publicitário. Possui pós graduação em Novas Mídias. Trabalha com Marketing Digital desde 2008. Mas foi em 2010 que veio morar em São Paulo onde já trabalhou para grandes empresas, como a construtora Tecnisa, o portal imobiliário VivaReal Brasil além de ter dado consultoria para diversas empresas. Atualmente é o responsável pelo departamento de marketing de conteúdo da Imobiliária Lopes

Deixe seu comentário!