Você tem uma estratégia de marca clara, transparente, objetiva, que seu público realmente entende? Veja as dicas voltadas para o mercado imobiliário Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

Você tem uma estratégia de marca clara, transparente, objetiva, que seu público realmente  entende? Esta é uma grande, e muito importante, questão a considerar quando você está tentando traduzir o que você faz, o que você vende, e como vende, para seu público alvo. Em suma, para alcançar um maior retorno sobre o investimento (ROI) – este maldito ROI, 3 (três) letrinhas chatas que fazem muito barulho – você vai precisar de uma gestão de marca bem-sucedida no mercado imobiliário.

A sua gestão de marca, por que você é uma marca. Este fato se torna cada vez mais verdadeiro com os avanços tecnológicos, e os profissionais de mercado imobiliário que são preparados para utilizar o ambiente digital aumentam consideravelmente suas chances de sucesso.

Pode levar dias, semanas, meses e até anos para construir a sua reputação, construir a sua marca, e, quando isso se consolida, quando você já é reconhecido, já tem respeito do mercado, se não souber trabalhar com as novas ferramentas digitais, levará apenas um segundo para perder a credibilidade e a confiança milhares de apreciadores do seu negócio, simplesmente usando ortografia incorreta, a gramática mal escrita ou um logotipo antiquado.

Twitter, LinkedIn e Facebook são bênçãos se forem usados corretamente, e maldições em igual medida se forem usados de forma errada. É importante considerar a maneira como você cria “sua voz” no ambiente digital, trabalhando de forma simples e objetiva, sendo mais ativo que reativo e identificando temas que seu público quer tratar e necessidades a resolver, suas chances de ter resultado e manter sua marca sempre ativa será muito grande, porém, cada nova plataforma social tem sua maneira de conduzir uma boa relação com seu público, e caso você não saiba como se comportar, como falar com seus clientes no Twitter e no Facebook, por exemplo, lamento dizer a você, mas preciso ser sincero, você irá se dar mal.

Sabe por que eu digo isso, por que tem muita gente dizendo que você precisa ter página no Facebook, ter perfil no Linkedin, ter conta no Twitter, gravar vídeos e por no Youtube e tem profissional no mercado “comprando” estas idéias toscas como se fossem verdades absolutas, concordo e sempre defendo que você deve ter uma presença digital, porém, por favor, veja o lado de seu cliente, se coloque no lugar dele. Será que ele também é digital? Será que ele sabe o propósito de seu trabalho? Caramba, se você não sabe o que ele quer, para que vai incomodá-lo com seus posts e artigos pela internet.

Sério, não trate seu cliente mal, não interrompa sua decisão de compra, faça parte desta decisão. Se eu puder ajudar me procure, por que olha, o mercado esta cheio de promessas falsas e muito discurso de resultado imediato e isso não se consegue da noite pro dia.

Ufaaaa, momento desabafo, passou, passou…..Decida com antecedência se o seu tom será formal ou tagarela, e garantir que ele seja consistente.

Investir em sua própria marca no mercado imobiliário

Claro, invista! Usar somente e tão somente a mídia social e outros fóruns digitais não será a única maneira de criar uma marca de sucesso. No entanto, se você tem uma marca estabelecida ou você está no processo de recriar sua marca, comece por responder às seguintes perguntas:

– Quem é o seu cliente – considerar a idade, o gênero, se eles vão apreciar um toque criativo ou que se eles respondem melhor a algo mais formal?

– Você se envolve com seus clientes ?

– A sua marca reflete o que você faz?

– Sua marca representa os valores da sua empresa ?

Se a resposta a uma ou mais destas perguntas é “não”, ou “eu não sei “, invista tempo, dedicação e estudo e  por que não dinheiro em descobrir as respostas. Descobrir o  que você pode atrair com a sua marca, irá fornecer a você um guia sobre o que você deve “espalhar” pelas suas redes e é claro o tom da “sua voz”, a voz da sua marca.

Para algumas empresas e profissionais de mercado imobiliário, isso é tudo bastante óbvio, por exemplo, se você esta situado em um mercado “Premium”, você terá um tom formal, de acordo com as expectativas de seu cliente. No entanto, se você é uma empresa ou profissional de mercado imobiliário que oferece uma gama de produtos ou serviços para um público muito menos formal, você pode sim e deve ter, um discurso mais criativo, mais leve, mais alegre. Sinta-se segura em mostrar a todos como você além de divertido, pode ser um excelente profissional. Cuidado, cuidado com o tom de seus comentários e piadas, sempre tem alguém que se sente ofendido.  Pense estrategicamente e criativamente sobre a sua identificação de marca. Como quer ser visto?

Fazendo sua marca trabalhar para você

Depois de ter avaliado quem é seu público-alvo, fica mais fácil planejar a sua marca em torno de como será a melhor forma de interagir com seus atuais clientes e potenciais novos clientes usando a mídia on-line e off-line. Gosto muito de citar Justine Wright , diretor de design e branding da agência digital Cuckoo, baseado em Manchester, veja o que ele disse:

“Trabalhamos em estreita colaboração com cada um de nossos clientes para desenvolver uma marca que vai conseguir os melhores resultados possíveis para eles. Não há um tamanho único, uma única fórmula,quando se trata de criar estratégias de marca, existem muitos aspectos de cada negócio e de seu público-alvo a considerar, que deve ser inteiramente exclusivo para eles.”

Usando um pensamento inovador e criativo para as estratégias off-line e on-line, nos permite oferecer aos clientes algo que faça com que eles entendam que somos e o que fazemos, dentro de seu ambiente, apenas considerando suas vontades em adquirir o que oferecemos com um discurso reto e sincero, devemos ter uma estratégia de marca que ecoa na cabeça de nossos clientes e nos tornem “escolha” e não “opção”, o que significa que isso deve levar em consideração os seus valores e objetivos de longo prazo. Nós, então, devemos trabalhar para incorporar toda esta estratégia em uma campanha digital ou um folheto, um impresso qualquer. Isto não só nos dá a vantagem de ter um relacionamento com o cliente e, portanto, uma compreensão maior do que fazemos, mas damos a oportunidade de comprar um produto real, vendido por um profissional real e habilitado para isso.

A criação de uma marca de sucesso exige dedicação, comprometimento, desprendimento, e alcançar isso exige investimento, tanto seu quanto financeiro em alguns casos. Uma vez que a sua marca começa a trabalhar para sozinha, você vai notar a diferença de clientes, clientes relevantes, que procuram por você, que querem comprar de você – e o tempo e dinheiro que você gastou começa a se pagar.

Pense nisso, esta na hora de ser diferente, juntos #vamosmudarojogo

—-

Post originalmente publicado em Gustavo Zanotto – Criatividade e Inovação.

Assine nossa NEWSLETTER e recebe conteúdo diário no seu e-mail

Inscreva-se também em nosso CANAL NO YOUTUBE

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


três + 2 =

Related Posts