Por muito tempo, para alcançar seus objetivos de marketing, foram usadas técnicas e estratégia como telemarketing, email’s em massa, mala direta, rádio, impressos e TV visando impactar o consumidor das mais variadas formas possíveis. No cenário atual, em que vivemos uma revolução digital, o uso dessas  técnicas e estratégias tem perdido eficácia conforme o consumidor aprende e começa a evitar essas interrupções.

O novo comportamento

Com a popularização dos mecanismos de buscas como Google, Yahoo e Bing ou de portais e sites  que concentram ofertas de imóveis e imobiliárias, o usuário está aprendendo a se comportar de forma crítica e seletiva. A internet permite  ao usuário fazer sua busca no conforto e comodidade de seu lar, podendo fazer um levantamento completo do imóvel, da região,  visualizar fotos e vídeos , pesquisar dados relevantes sobre o bairro e solicitar o agendamento de uma visita, que muitas vezes pode ser feita online diretamente com o corretor.

Hoje, o consumidor pesquisa e recolhe informações através de mecanismos de buscas. Quem está procurando alguma informação executa uma pesquisa dezenas ou centena de vezes por dia e ao invés de assistir um comercial na TV,  ler uma mensagem de spam ou ouvir um representante de vendas,  a maioria prefere por intermédio de notebooks, tablets ou smartphones buscar a informação online através de um portal  ou blog especializado que encontrou no Google.

Somado a isso temos o efeito da viralização(antes chamado “boca-a-boca”) que tem sido potencializado pelas mídias sociais, permitindo ao corretor trabalhar a fidelização de seus potenciais clientes junto a sua marca ou seu nome através de um continuo relacionamento, seja através de email-marketing ou através das redes sociais.

O nível de confiança adquirido por buscadores como o Google, bem como de sites e portais imobiliários  aliado ao poder de propagação que as mídias sociais como Facebook, Twitter e Google Plus,  permite aos profissionais do setor imobiliário um alto nível de segmentação, aumentando a relevância para o seu  consumidor e consequentemente melhorando os resultados de suas ações.

O Marketing tradicional acabou?

É lógico que marketing tradicional continua  tendo seu valor. Aliás, o marketing online é apenas mais uma das várias estratégias de marketing.  O que deve ser feito é a revisão de velhos conceitos e paradigmas, afinal,  pessoas cansaram de serem interrompidas através das mensagens tradicionais criando um bloqueio natural que muitas vezes leva a rejeição natural ao que está sendo oferecido.

O ponto principal é que as pessoas aprendem e interagem de forma totalmente diferente de alguns anos atrás e usam a internet para obter informações, comprar e se relacionar, trazendo um novo comportamento pouco conhecido e explorado. Entretanto a essência do ser humano continua sendo a mesma com seus desejos, falhas e vontades o que mudou foi seu comportamento perante essas necessidades que, hoje,  são potencializada pelas mídias sociais.

O caminho do sucesso é, sem dúvida,  o equilíbrio e a combinação certa das estratégias disponibilizadas, buscando sempre integrar as ações tradicionais com as novas ferramentas que hoje estão facilmente acessíveis  e tentar cada vez mais entender as atividades e relações  humanas para conseguir atender seus anseios e desejos.

O artigo da redação de hoje foi enviado por Eder Machado – Consultor e Estrategista de Marketing Digital, atuando junto ao portal  de imóveis iCuritiba.com e PortaisImobiliarios.com.br uma rede de portais imobiliários em  todo o Brasil.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


nove × = 45

Related Posts