O mercado imobiliário de Fortaleza vem imprimindo um ritmo alucinante de crescimento, com dados estatísticos que comprovam o diferencial da cidade em relação às outras capitais brasileiras. Um deles se refere ao índice Fipezap, divulgado no dia 05 de março, onde a Capital Cearense registrou alta de 2,8% no preço do metro quadrado em fevereiro. O maior entre todas as cidades que compõe o índice.

Além disso, a variação acumulada nos últimos 12 meses também coloca Fortaleza no topo do ranking, com 16,7%, ficando a frente de Niterói, São Paulo e Rio de Janeiro. O que demonstra claramente como o mercado imobiliário local é forte, autossuficiente e tem potencial para crescer ainda mais.

Vale lembrar também que o Brasil se prepara para receber a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, o que ampliará o momento favorável ao crescimento da economia brasileira, principalmente no segmento de turismo e imóveis.

De fato a área imobiliária está crescendo significativamente, de uma forma planejada e estruturada. Mas o que as empresas estão fazendo para aumentar as vendas e lucros? As construtoras ainda estão usando a forma convencional (mídia off line) para vender imóveis? Em que elas estão investindo?

Para todas essas perguntas, lhe damos a mesma resposta: MARKETING DIGITAL. O mercado imobiliário está utilizando cada vez mais de recursos digitais para gerar negócios e aumentar os lucros da empresa. Quantas vezes você já recebeu inbox ou viu alguma publicação no Facebook de um apartamento à venda? Pois, é. O marketing digital também está sendo muito utilizado por este ramo.

Tendências de marketing digital no mercado imobiliário

Para Guilherme Machado, que atua na área há 16 anos, e atualmente é consultor e palestrante sobre o assunto, algumas ferramentas que vem ganhando cada vez mais espaço dentro das estratégias de marketing são: ocorretor online onde o cliente pode tirar suas dúvidas de forma rápida e fácil, o foursquare, o Facebook e o Twitter.

“Para além das ferramentas, avalio ser importante ressaltar que hoje um grande diferencial das estratégias é o fato de que elas estão sendo planejadas sob a perspectiva de uma comunicação integrada, na qual as ações de uma mídia ecoam sobre outras, seja no ambiente online ou offline. Isto tem possibilitado uma experiência diferenciada de divulgação do imóvel”. Ressalta Guilherme.

Já de acordo com Marcel Sampaio, consultor de marketing imobiliário há cerca de cinco anos, a tendência mais forte para 2013 em relação ao marketing digital se refere à expansão da tecnologia mobile. De acordo com o Google, em parceira com a Ipsos, 16% dos produtos pesquisados através de smartphones são sobre o mercado imobiliário. Portanto, é preciso estar atento ao que acontece neste universo. Além da forte presença do mobile, Marcel destaca o uso dos blogs como uma das principais ferramentas deste mercado.

“Os blogs são as ferramentas mais utilizadas pelo mercado imobiliário para atrair clientes, usufruindo das redes sociais como fontes de tráfego qualificado”. Explica.

Vale ressaltar que, antes de pensar nas ferramentas de marketing digital que serão utilizadas, é preciso que a empresa tenha em mente qual é o perfil do seu público e qual ferramenta irá gerar a relação mais eficiente com ele de acordo com o objetivo que o negócio almeja. Somente após esta análise, deve-se escolher a ferramenta a se trabalhar e identificar àquelas que mais se adequam às necessidades de cada situação. Saber potencializar estas ferramentas de acordo com o cliente é o que irá garantir um diferencial no mercado.

Branding – Reforço da marca

As empresas de qualquer área que seja devem pensar em reforçar sua marca no meio online, já que a maioria dos seus clientes está lá, tendo em vista que a popularização da internet está cada vez mais evidente no Brasil. Como falei acima, isso vale para todas as áreas, inclusive para o mercado imobiliário.

Segundo Marcel Sampaio, é importante ressaltar que marketing não é venda, é presença na mente das pessoas. Portanto, as empresas do setor imobiliário, que conseguem se posicionar de forma diferenciada, são as que obtêm os melhores resultados, pois simplesmente conseguem humanizar sua marca e conversar com seus clientes.

Essa humanização pode acontecer no Google, nas redes sociais, no sistema de captura de e-mails, nos links patrocinados do Facebook, enfim, sempre desenvolvendo formas de fazer seu consumidor externar suas ansiedades e expectativas. É dessa forma que as pessoas irão confiar e comprar de uma empresa imobiliária através da internet.

Marcel Sampaio – Consultor e diretor da empresa Marketing Imobiliário e Empreendedorismo Digital

“É necessário lembrar que a internet não é uma rede de computadores, é uma rede de pessoas. Portanto, tem sido crescente o número de empresas do setor imobiliário que estão tentando se aproximar do seu público-alvo sem necessariamente vender algo para ele. O objetivo da proposta é atrair pessoas para uma zona de relacionamento, onde os imóveis estão sempre em evidência para serem comercializados. Costumo chamar isso de prospecção de consumidores frios, pois são aqueles que chegam até você para consumir informação e acabam comprando algo de você. Mais uma vez o blog aparece como a principal ferramenta. Desta forma cria-se uma verdadeira comunidade em torno de sua marca, produto ou serviço, de modo que sejam ofertadas soluções adequadas para resolver os problemas das pessoas, ou seja, se você quiser ter um negócio de sucesso na internet, faça sempre a seguinte pergunta: qual é o problema que vamos ajudar as pessoas a resolver?” Ratifica.

Para Guilherme, as empresas estão utilizando várias formas para reforçar a sua marca no

Guilherme Machado – Consultor e CEO da empresa Mercado Imobiliário, Empreendedorismo e Inovação

meio online.

“Muitas empresas estão se adaptando ao marketing mobile já que é cada vez mais crescente o acesso à internet pelos smartphones. Também vejo a expansão do uso do corretor online como uma ferramenta para sanar as dúvidas do cliente de forma rápida no mundo online a fim de propiciar uma experiência mais eficiente no ambiente offline. Além disso, vemos um crescimento exponencial da utilização das redes sociais online. Porém, percebo uma falta de maturidade profissional na gestão deste crescimento da presença online, pois avalio que muitas empresas estão nestas mídias sem saber como se posicionar estrategicamente nelas. Este é um fator que deve ser muito bem planejado antes de sair criando perfil nas redes sociais online, pois quantidade não é qualidade”. Ressalta.

Corretor e o marketing digital

De uma forma geral falamos mais sobre ferramentas de empresas e reforço da marca das empresas, agora vamos falar um pouco mais diretamente para o corretor. De certa forma, o branding feito pela empresa, as ferramentas que as construtoras utilizam para fazer marketing, etc, são as mesmas que o corretor deve utilizar, porém, aqui vão alguma dicas mais específicas:

Dicas de Guilherme Machado:

• Ele deve primeiramente entender que a sua imagem no mundo online não pode ser desvinculada da sua personalidade real. O comportamento que ele constrói no ambiente digital deve ser a mesmo que o cliente tem que perceber no offline.

• Ser transparente é fundamental, pois qualquer desvio de informação pode criar uma ruptura de confiança e consequentemente no relacionamento com o cliente.

• Ele deve ser multimídia, sabendo alinhar estrategicamente os recursos de texto, imagem, vídeo e áudio de forma a construir um relacionamento mais consciente e efetivo.

Dicas de Marcel Sampaio:

• Todo corretor de imóveis, mesmo estando vinculado a uma imobiliária ou construtora, deve construir sua marca pessoal. É imprescindível que ele tenha seu próprio blog, suas redes sociais bem planejadas, vídeos no YouTube, apresentações no SlideShare, enfim, monte um verdadeiro ecossistema digital em torno de sua imagem.

• Tendo essas ferramentas de comunicação e reforço da marca, as pessoas irão conhecer esse corretor e passar a dialogar com ele para gerar a confiança necessária que converta público-alvo em agentes de sua marca, ou seja, quando as pessoas precisarem de um imóvel, este corretor será a principal referência para elas ou para seus amigos e conhecidos.

• Lembrar-se sempre: marketing não é venda, é presença na mente das pessoas.

Cases

O consultor Guilherme Machado ressaltou alguns cases:

Podemos citar algumas experiências em âmbito nacional que certamente podem influenciar nas estratégias locais como o caso do aplicativo para tablet criado recentemente pela Tecnisa. Por meio da geolocalização, o aplicativo permite ao usuário encontrar imóveis por proximidade, endereço ou por comércios e serviços de acordo com a necessidade – como empreendimentos próximos a farmácias, padarias, entre outros.

Temos ainda o caso da Realidade Virtual utilizada pela Odebrecht, em São Paulo, para reproduzir um bairro dentro de um parque que ainda estava na imaginação e em plantas digitais.

Também acho válido mencionar uma experiência própria, na qual uma venda foi originada a partir de um contato via Twitter. Além disso, tive a oportunidade de criar alguns aplicativos para Android e IOS no intuito de melhorar o relacionamento com o cliente”.

Cases mencionadas por Marcel Sampaio:

Blog Casas Bacanas. Um case que impressiona pelo alto grau de simplicidade, baixo custo e inteligência. Tudo se resume a um blog com excelente conteúdo, onde os empreendimentos são expostos na categoria “imóveis”. Porém, o que mais gera conversão é o modo como esses imóveis são tratados no blog, sempre com inspirações, dicas e muitas noções de arquitetura extremamente relevantes.

Contudo, o trabalho feito na página de fãs do Facebook é o que mais se destaca. Hoje com cerca de 31.000 fãs, vários imóveis são promovidos através de álbuns com fotos de primeira qualidade e chamadas de texto que são verdadeiras aulas de persuasão. Destaque para a publicação A vida sem carro em Higienópolis, onde a falta de garagem é recompensada pelo benefício de fazer tudo a pé nas redondezas do imóvel. Simplesmente genial!

Como você pode perceber, qualquer corretor, imobiliária ou construtora, de qualquer porte, pode materializar ações como essas, basta usar de inteligência e recursos de persuasão adaptados para os ambientes online. O mundo digital é vasto, para utilizá-lo e tirar o melhor proveito disso, a ordem é arregaçar as mangas, usar a inteligência, se planejar e AGIR!

—-

Post originalmente publicado em Quartel Digital.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

5 comments
  1. Parabéns ao Guilherme Machado pela postura que comanda o site. Há tempos acompanho suas resenhas, e com muita competência consegue postar artigos e orientações de muito conhecimento para o setor imobiliário. Parabéns também neste artigo ao Marcel Sampaio, que colaborou profissionalmente com muita competência neste release.

    1. Ola equipe Plugimóveis,

      Muito obrigado por tão motivador feedback. Temos nos empenhando em contribuir cada vez mais para evolução do mercado e a opinião de vocês é fundamental para isso.
      Juntos somos fortes!!!

    1. Olá equipe Sistema Imobiliário,

      Parabéns pelo trabalho. Certamente contribui muito para a evolução do mercado. Obrigado por compartilhar conosco.
      Um forte abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


+ um = 9

Related Posts