Imóveis: Como lucrar com aluguel de temporada

Imóveis--Como-lucrar-com-aluguel-de-temporada

Faltam apenas dois meses para o final do ano e, para muitos, esta é a hora de começar a planejar as férias e as atividades para os feriados prolongados que se aproximam, como Natal e réveillon.

Sendo assim, este é um momento oportuno para quem pretende colocar seu imóvel disponível para o aluguel de temporada. Por isso, separei algumas dicas que poderão te ajudar a colocar o seu imóvel em evidência e, assim, realizar negócios mais rápidos e lucrativos.

Preços

Antes de estipular o preço do aluguel, pesquise os valores praticados em sua região, tanto em hotéis e pousadas, como em imóveis semelhantes ao seu. Isso poderá lhe ajudar a estabelecer um valor mais atrativo e ao mesmo tempo compatível com a realidade do mercado.

Anúncio

Dê atenção especial às informações transmitidas sobre o seu imóvel. Seja preciso e aposte em uma descrição detalhada. Utilize fotos, descreva corretamente o endereço, a capacidade máxima de hóspedes, as regras da casa, as facilidades encontradas na redondeza, coordenadas de como chegar ao local, entre outros.

Coloque seu imóvel em evidência para que os interessados possam encontrá-lo com facilidade. Utilize suas redes sociais online como Instagram e Facebook, por exemplo, mas lembre-se também de ativar sua rede social offline. Isto é, informe a seus amigos e conhecidos que você possui um imóvel disponível para aluguel, pois eles podem ser um público em potencial como também podem indicar o seu imóvel para outros conhecidos.

Pesquise as plataformas digitais especificas para divulgação de aluguel de temporada e opte por aquela que apresenta as condições mais adequadas às suas necessidades.

Contrato

Formalize o acordo firmado com o locatário. O documento deve conter o valor da locação, o período, a capacidade máxima de pessoas para o imóvel, dados dos responsáveis, como RG e CPF. Também é aconselhável incluir o tipo e número de cômodos, garagem, se está contido no valor do aluguel o consumo de itens como energia, água, telefone, internet e gás.

Além disso, se o imóvel for mobiliado, inclua no contrato a descrição da mobília, a relação de móveis e utensílios e também o estado de conservação.

Lembre-se que o contrato busca garantir que nenhuma das partes seja prejudicada. Portanto, seu uso é indispensável.

Prazo e sinal

O prazo do contrato de aluguel de imóveis de temporada não pode ultrapassar 90 dias. Nesse tipo de negociação é permitido ao locador cobrar antecipadamente o pagamento do aluguel e encargos.

É prudente solicitar um sinal do locatório para garantia de reserva do imóvel no período solicitado. Também é importante deixar claro as condições para devolução do sinal em caso de desistência do negócio.

A observação destas dicas pode lhe garantir a realização de parcerias bem-sucedidas e lucrativas. Portanto, coloque-as em prática e bons negócios.

SOBRE O AUTOR

Guilherme Machado Corretor de Imóveis, Palestrante, Coach, Mestrando em Neuromarketing pela FCU - Florida Christian University/EUA. Especialista em vendas, liderança e negociação com certificação pela University of Michigan/EUA. Com mais de 18 anos de vendas, já transformou mais de 1,5 milhões de profissionais no Brasil com seus cursos, vídeos e palestras.

Deixe seu comentário!