Flexibilidade no horário de trabalho, mercado imobiliário em expansão, oportunidade de obter maiores ganhos financeiros, melhoria na qualidade de vida. Estes e tantos outros benefícios contribuem para que a profissão de corretor de imóveis esteja em alta no país e atraia profissionais das mais diversas áreas de formação: direito, vendas, comunicação, administração e até engenharia.

Esta realidade se revela na prática aqui em nosso blog. Tenho recebido muitos comentários de diferentes profissionais que perguntam se é uma boa investir na profissão, como ser um corretor de imóveis, a quem procurar. Por isso, hoje, resolvi compartilhar um pouco destas respostas com você que quer ser um corretor de imóveis e ainda não sabe o que fazer.

o-que-preciso-fazer-para-ser-corretor

O início do corretor de imóveis

A primeira etapa nesta jornada é a obtenção do registro junto ao Creci (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis). A profissão é regulamentada por lei específica, sendo obrigatório o credenciamento no Conselho.

Para isso é necessário procurar por um bom curso de formação. O corretor pode ser formado por meio de um curso de Técnico de Transição Imobiliária, que tem duração mínima entre 10 e 12 meses, pode também optar por uma faculdade de Ciência Imobiliárias, com duração de 4 anos, ou ainda realizar o curso de Gestão Imobiliária com duração de 2 anos.

É importante buscar uma instituição de ensino de qualidade  que tenha  credibilidade perante o mercado. Costumo orientar que os futuros profissionais procurem o Creci ou o Sindicato dos Corretores para pesquisar sobre os cursos e receber indicações de instituições reconhecidas por estes órgãos e que estejam de acordo com a realidade onde o futuro corretor irá atuar.

Os custos dessa formação não são baixos, portanto, há que se garantir  credibilidade,  qualidade de ensino e  segurança para fazer o investimento. Desse modo, os órgãos que representam a classe se configuram como importantes parceiros.

O segundo passo: o estágio

A segunda etapa neste processo de formação é a realização do estágio. É neste momento que o futuro corretor poderá aliar os conhecimentos teóricos adquiridos no curso com a realidade do mercado.

É comum que a própria instituição de ensino já direcione para o estágio, mas caso isso não ocorra o aluno deverá fazer uma pesquisa sobre as imobiliárias atuantes em sua cidade ou em regiões próximas para realizar esta fundamental etapa de formação.

O estágio é um grande laboratório onde o profissional poderá construir e consolidar o seu próprio jeito de ser corretor de imóveis. É com esta prática que novas técnicas poderão ser testadas, avaliadas, corrigidas e aperfeiçoadas.

Faço questão de sempre enfatizar que é no estágio que experimentamos com mais intensidade como é atuar no mercado imobiliário, portanto, este momento deve ser aproveitado ao máximo para pesquisar, conversar com outros profissionais mais experientes, aprender e, sobretudo, ficar mais íntimo da profissão.

Essencial: o registro no Creci

Vencidas estas etapas e com o diploma em mãos, o corretor pode procurar pelo Creci para realizar o seu registro e assim obter a tão esperada carteira vermelha, documento que certifica e autoriza o exercício da profissão.

Com o registro, o corretor pode desempenhar variadas funções: trabalhar em imobiliárias ou incorporadoras e assim atuar diretamente na venda ou aluguel de imóveis novos ou usados, pode também atuar com a captação de imóveis, como profissional autônomo, como avaliador de imóvel, como correspondente imobiliário da Caixa Econômica Federal ou até mesmo abrir a própria imobiliária.

Costumo dizer que se tornar um corretor de imóveis é fácil, basta seguir as etapas descritas acima. O desafio está em SER um corretor de imóveis de fato e isso requer alguns elementos que sempre faço questão de frisar em minhas reflexões: planejamento, foco, engajamento, persistência, resiliência, paciência, capacitação contínua e, acima de tudo, ser apaixonado pelo faz.

É esta paixão que será a força impulsionadora do seu sucesso, que o fará acordar todos os dias com o desejo de dar sempre o seu melhor, nada mais do que isso. É esta paixão ainda que não o deixará desaminar diante dos desafios diários. Esteja preparado, pois os desafios são muitos.

E diante destes desafios muitas outras dúvidas surgem:
Vale a pena ser corretor de imóveis?
O que fazer para alcançar o sucesso?
Como vender mais?
Quanto ganha um corretor de imóveis?

Estes questionamentos serão refletidos em nosso próximo post, mas tenha uma certeza, são esses desafios que tornam a nossa profissão tão fascinante. Espero você para continuarmos esta reflexão.

Te vejo no pódio!

#quebreasregras

banner-interno-post

 

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

23 comments
    1. Olá Luciana,

      Mais uma vez obrigado por sua participação e tão importante feedback.

      Agradeço também carinho e confiança de sempre transmitidos em seus comentários. Para mim é um motivo de grande alegria contar com a sua participação.

      Juntos somos fortes!!!

  1. Infelizmente o que vemos por ai é a exploração das pessoas, que são colocadas para trabalhar sem orientação, sem creci e na maioria das vezes sem condições… principalmente nos chamados lançamentos.
    Há uma grande falta de profissionalismo, mesmo entre gerentes e outras posições de comando. Posições de gestão deveriam serem ocupadas por pessoas com conhecimentos não somente do ramo imobiliário, más com conhecimentos de liderança e gerenciamento, entre outras.
    Existe muito material bom disponível e pessoas dispostas a ajudar, más nem todo mundo se da ao trabalho de pesquisar e correr atrás.
    Guilherme parabéns pelo trabalho que você tem realizado, é muito importante para quem realmente quer levar a profissão a sério.

    Abraços,

    Gilberto

    1. Olá Gilberto,

      Obrigado por enriquecer o nosso artigo com esta importante reflexão. A nossa profissão exige dinamismo e para ser um bom corretor de imóveis é preciso sair da nossa zona de conforto e ir em busca de melhores oportunidades como você mesmo mencionou.

      Esteja sempre à vontade para interagir conosco.

      Juntos somos fortes!!!

    1. Olá Graziele,

      Existem sim cursos à distância. Como abordado na matéria, sugiro que você procure pelo Creci da sua região para fazer um levantamento das instituições que oferecem este tipo de serviço e que contam com a confiança do conselho.

      Nós mesmos estamos trabalhando com cursos online para corretores de imóveis. Veja o nosso próximo curso, Dobre suas Vendas. Clique e faça sua inscrição http://www.guilhermemachado.com/corretor-de-imoveis-vendas-palestra-webseminario/

      Juntos somos fortes!!!

  2. Olá Guilherme Machado, estou iniciado com muito entusiasmo a carreira como Corretor de Imóveis, tenho consciência que o mais difícil não é tornar-se
    um Corretor, mas efetivamente SER um, conforme mencionou no post, neste ponto tenho certeza que o seu blog será de suma importância para o meu aprendizado.
    Obrigado por compartilhar tão valioso conhecimento!

    Parlare
    Corretor Associado Lopes

    1. Olá Parlare,

      Vejo que a websérie “Quero ser um corretor de imóveis” tem provocado novos comportamentos para sua carreira. Fico muito feliz em saber que de alguma forma estaremos contribuindo para sua consolidação no mercado imobiliário.

      Portanto, você também pode ajudar a transformar esta websérie ainda mais atrativa, por isso, esteja sempre à vontade para interagir e sugerir novos temas.

      Juntos somos fortes!!!

  3. Pretendo trabalhar por conta própria em casa.É possível? De-me todas as dicas.Desde já o meu muito obrigado!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Olá Flávio,

      É possível sim trabalhar como autônomo de fato, ou seja, sem estar vinculado a uma empresa, mas isso requer ainda mais estudo, planejamento, conhecimento de mercado e, sobretudo, bons relacionamentos, pois são eles que lhe garantirão constituir um bom banco de imóveis e de clientes.

      Além disso, mais do que informações apenas sobre o empreendimento é necessário também conhecimento sobre financiamento, análise de crédito, confecção de contrato entre outras questões referentes aos aspectos judiciais de uma negociação.
      Oriento, que antes de começar o seu próprio negócio, você busque por um pouco mais de experiência no mercado e com isso reúna o máximo de informações que garantam mais segurança para trabalhar sozinho.

      Compartilho alguns posts que acredito que serão fundamentais neste processo:

      http://www.guilhermemachado.com/planejamento-pode-apostar-sua-venda-depende-disso/

      http://www.youtube.com/watch?v=Ephzq8-BXm8

      http://www.guilhermemachado.com/intelicast-episodio-6-a-importancia-da-comunicacao-integrada-no-mercado-imobiliario/

      http://www.guilhermemachado.com/corretor-de-imoveis-torne-se-o-melhor-captador/

      http://www.guilhermemachado.com/10-erros-mortais-de-um-vendedor/

      http://www.guilhermemachado.com/quero-ser-corretor-de-imoveis-construindo-minha-primeira-venda/

      http://www.guilhermemachado.com/o-quanto-voce-esta-preparado-para-empreender/

      Juntos somos fortes!!!

  4. Estou me capacitando e entrando na profissão, estava com um pouco de receio, mais as dicas do site e dos videos estão me ajudando bastante a ter uma visão mais técnica do assunto, e claro terei muita paixão pelo que farei ! Parabéns pelo trabalho

    1. Olá Renato,

      É muito gratificante saber que estamos contribuindo para novas reflexões e comportamentos no mercado imobiliário. Este é o nosso grande objetivo.

      Esteja sempre à vontade para interagir conosco.
      Juntos somos fortes!!!

  5. ola gostei muito dos comentarios estou muito interesado nese trabalho so que trabalho tem como fazer ese curso pelo computador e onde poso fazer

    1. Olá Jardel, tudo bem?

      É possível sim fazer esta formação online. Conforme dito no texto, é importante que você procure pelo Conselho de Corretores ou pelo sindicato de corretores da sua região e pesquise sobre instituições confiáveis que oferecem o curso.

      Agradeço a sua participação e importante feedback.
      Juntos somos fortes!!!

  6. Olá, Sou Luiz, tenho 17 anos e estou cursando o terceiro ano do Ensino Médio, queria saber com que idade eu posso fazer um curso na àrea de corretor? Queria saber também qual conteúdo é abordado no curso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


seis × 1 =

Related Posts