Uma nova tendência começa a ganhar espaço no mercado imobiliário brasileiro: os bairros planejados.
Como o nome diz, trata-se do planejamento e criação do zero de todo um bairro, concentrando ali todas as atividades comunitárias para dar mais conforto e praticidade à vida dos moradores.

Essas construções grandiosas incluem as residências dos moradores, que podem ser edifícios ou casas; edifícios comerciais, para que os moradores possam trabalhar perto de casa; e serviços essenciais como lojas, mercados e postos de saúde; áreas de lazer e convivência; e até ruas e avenidas. A ideia é que o morador não se sinta obrigado e nem precise sair do seu conforto para nada – Ele tem tudo que precisa bem ali, do lado de casa.

Essa ideia ambiciosa de oferecer não só uma residência, mas toda uma vizinhança, marca um momento de grande crescimento para o mercado imobiliário brasileiro. A venda de imóveis nos últimos anos tem sido impulsionada pelo aumento de renda do brasileiro e a facilidade para se conseguir uma carteira de crédito financeiro.

As construtoras precisam sempre apostar em novos empreendimentos para atender essa demanda, abrindo espaço para iniciativas inovadoras como esta. Os bairros costumam ser criados em áreas que ainda tenham muito área livre a ser explorada e com potencial para se valorizarem.

Os bairros planejados surgem para corrigir um problema cada vez mais grave: o caos urbano. As cidades modernas têm cada vez mais dificuldade para controlar seu crescimento. Com a criação de bairros planejados, núcleos de desenvolvimento programado e controlado, fica mais fácil expandir sem prejudicar a qualidade de vida dos cidadãos. O que é sempre o mais importante.

—–

[Este artigo é um publieditorial e foi produzido pela equipe do site ImovelVIP]

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

8 comments
  1. Bom dia Guilherme Machado,
    Aqui no Rio de Janeiro o novo Plano Diretor definiu duas áreas de crescimento controlado e planejado. Uma delas é a Zona Portuária por anos esquecida e degradada. Com os investimentos na região estamos tendo uma nova área com avenidas planejadas, reordenamento urbano e empreendimentos residenciais e comerciais. A segunda região é a Zona Oeste, Barra da Tijuca onde haverá a construção da nova Vila Olímpica. Empreendimentos como o Alphaville e a Península, que ilustra este artigo com sua foto aérea, são exemplos de Bairros planejados que alinham sofisticação, segurança e bem-estar para os seus moradores.
    Forte abraço a todos.
    Bons negócios.

    1. Olá, André Luiz.

      Obrigado por compartilhar conosco esta importante informação. Esta experiência demonstra na prática que é necessário que estejamos atentos às novidades do mercado para sabermos aproveitar de forma assertiva às oportunidades que estão surgindo.

      Continue interagindo conosco, este envolvimento é fundamental para que tenhamos profissionais cada vez mais qualificados e comprometidos com o mercado.

      Juntos somos fortes!

  2. Isso é uma grande verdade. Estou vendo que a cada dia surge boatos em
    São Paulo de um projeto com conceito Work+ Live and Play.

    Isso é uma ideia que melhora o movimento, paisagem e deixa um ar mais organizado na cidade.

    Acredito que muitas mudanças vao chegar na cidade em infraestrutura, e como corretores espertos devemos utilizar-se dessas informações para fazer uma venda bem sucedida

    1. Olá Rubens,

      O mercado imobiliário a cada dia nos dá provas de que é necessário estar atento para poder aproveitar as oportunidades do setor. O corretor que estiver comprometido com este objetivo certamente alcançará importantes resultados.

      Obrigado por sua participação e esteja sempre à vontade para contribuir com a sua opinião.

      Até a próxima

  3. Excelente publicação.

    Aproveitando o assunto, gostaria de saber se os bairros planejados trata-se de uma iniciativa privada, ou do governo municipal?
    Também gostaria de saber se no caso de iniciativa privada existe parcerias quanto ao pavimento e infra estrutura como energia elétrica e saneamento básico?

    Grato!

    1. Olá Jonatas,

      Os bairros planejados em sua maioria são empreendimentos cuja iniciativa é da própria construtora. Fica a critério de cada empresário contar ou não com a parceria de governos locais.

      Obrigado pela participação em nosso blog. Esteja sempre à vontade para interagir conosco.

      Até breve!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


dois + 9 =

Related Posts