SÃO PAULO – O número de novos negócios no País teve uma alta de 26,68%, entre janeiro e abril deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com um levantamento do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), a estimativa é que 574.385 novos empreendimentos públicos e privados tenham sido abertos até o quarto mês de 2012.

“Nos quatro primeiros meses de 2011 foram criadas 453.396 novas empresas e entidades”, detalha o Empresômetro, Censo das Empresas e Entidades Públicas e Privadas Brasileiras, divulgado nesta terça-feira (15).

Para quem não sabe, o Empresômetro é uma ferramenta digital que tem como intuito revelar um panorama das empresas nacionais, em tempo real. “Trata-se de uma verdadeira radiografia do cenário empresarial brasileiro, como também das entidades públicas e privadas, que tem como intuito fornecer à sociedade subsídios para análise mercadológica, institucional e política”, explica o presidente do Conselho Superior e coordenador de estudos do IBPT, Gilberto Luiz do Amaral.

Os campeões
Entre os campeões do País no quesito abertura de novas empresas, o estados de São Paulo e Minas Gerais são os que mais se destacam. De acordo com o levantamento, tais regiões foram responsáveis pela abertura de, respectivamente, 159.106 e 61.512 novos estabelecimentos.

O Rio de Janeiro, entretanto, vem em terceiro lugar, com 52.213 novas empresas – valor correspondente a 9,1% do total nacional. Já o Rio Grande do Sul (36.153) e o Paraná (34.230) ficaram com a quarta e o quinta colocação, representando, 6,3% e 6% do total nacional.

“Entre os estados com o menor número de novas empresas estão Roraima (945), Amapá (1.296) e Acre, com 1.460 novos empreendimentos”, detalha a pesquisa.

Por região
Na análise por região, a Sudeste se mantêm como a favorita dos empresários: a mesma concentra 50% das novas empresas e entidades. Já a Nordeste e Sul, entretanto, representam 18% e 16% dos empreendimentos.

“A região Centro-Oeste e Norte concentram 10% e 6% dos novos negócios”, diz o Empresômetro, que relata ainda que o tipo jurídico com maior porcentual de novos negócios em 2012 é o MEI (Micro-empreendedor Individual), com 66,47%. As empresas Limitadas, representam 14,67% dos empreendimentos.

O estudo
Desenvolvido para informar o número de empresas e entidades públicas e privadas do Brasil, o Empresômetro estará à disposição dos usuários para consulta já na primeira do próximo mês. Para acessar a pesquisa por estado, município, tipo de atividade ou tipo jurídico, os usuários precisarão apenas acessar o site www.empresometro.com.br na data em questão.

Já curtiu a nossa página fã? >> FB/guilhermemachado.blog Acompanhe todas as novidades sobre o mercado imobiliário, empreendedorismo e inovação.

O conteúdo original desse post foi publicado no site Portal InfoMoney.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


5 + seis =

Related Posts