O aumento da longevidade, somado à queda dos juros, fez a população, independentemente de classe social, despertar para a rentabilidade do mercado imobiliário. Prova disso é que 30% dos brasileiros com renda entre três e seis salários mínimos querem comprar imóvel nos próximos 24 meses e desses, um em cada quatro, ou seja, 25%, querem investir em um imóvel popular. Isso quer dizer que quem entra no programa Minha casa, minha vida também pode estar garantindo renda para o futuro ou a moradia dos filhos. É o que mostram mais de 70 mil entrevistas realizadas em todo o Brasil nos últimos 36 meses pela Datastore, especialista nacional em pesquisas de mercado para o setor. O resultado da compilação de dados foi apresentado pelo presidente da empresa, Marcus Araujo, durante o Brazil GRI 2012 (Global Real Estate Institute de Londres), que reuniu, em São Paulo, nos dias 6 e 7 de novembro, representantes do setor imobiliário de diversos países para discutir as perspectivas brasileiras no negócio.

—-
Post originalmente publicado em Lugar Certo.

Esse conteúdo é publicado sob a licença Attribution-Noncommercial-No Derivative Works 3.0 Unported.

1 comment
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


− dois = 1

Related Posts